Portal da Transparência

A Cidade

Histórico

Sobrália
Minas Gerais – MG

Histórico

A região onde se encontra o município era de mata fechada, habitada por indígenas Puris e Botocudos, até que começaram a chegar aventureiros, em busca de terras férteis. Assim, pioneiros fundaram a povoação que recebeu o nome de Córrego das Pedras. Foram eles: Caetano Areas Louzada, Albertino Conrado Eller, João e Juca Neves, José Alves de Lana, José Vilas Novas, Sebastião Vítor da Rocha e outros.  Sendo as terras muito férteis, propícias à lavoura e criação de gado, tornou-se fácil a fixação de contingentes humanos. O arraial cresceu rapidamente, passando a chamar-se Itaúba, pertencente ao Município de Tarumirim. Em 1943 foi elevado à categoria de distrito, com o topônimo de Sobrália, devido à abundância da orquídea “sobrália” na localidade. O distrito emancipou-se em 1962, sendo mantido o toponimo Sobrália.

Gentílico: sobraliense

Formação Administrativa

O povoado de Itaúba (ex Córrego das Pedras) foi elevado à categoria de distrito pela Lei nº1.058, de 31/12/1943, passando a chamar-se Sobrália, pertencente ao Município de Tarumirim.
O Distrito de Sobrália emancipou-se pela Lei nº2.764, de 30/12/1962, tornando-se município.
O município de Sobrália é formado por 2 distritos: Sobrália (Sede) e Plautino Soares (ex Paraíso de Nossa Sra das Graças)

Fonte

IBGE; Secretaria da Cultura(MG); Assembléia Legislativa(MG); Tradição Local